Zazcar aposta em morador de São Paulo

A brasileira Zazcar, que aluga carros por hora na cidade de São Paulo, planeja passar dos atuais 800 clientes para 2 mil até o fim do ano. A meta para a frota é dobrar, chegando a 120 carros. O foco é atender moradores da capital, não turistas. A busca é por clientes que precisem de um carro por pouco tempo, para ir ao supermercado, por exemplo.

A Zazcar, desde 2009, opera a modalidade conhecida como car sharing. Neste modelo os clientes cadastrados fazem a reserva através do site ou do call center da empresa e retiram os automóveis pessoalmente em um dos 56 estacionamentos da Zazcar na cidade. O cliente encosta um cartão magnético no para-brisa do veículo para destravá-lo. Felipe Barroso, diretor e fundador da Zazcar, informa que ganhar espaço no mercado é o principal objetivo no momento. Para crescer, ele estuda buscar sócios ou tomar um empréstimo.

O setor de locação de veículos faturou R$ 5,11 bilhões no país em 2010, segundo dados da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla). O montante representa um aumento de 17% em relação a 2009 e inclui locações por hora, diárias, mensais e terceirização de frotas de empresas. A previsão da Abla é de um crescimento de dois dígitos no faturamento de 2012.

Outra brasileira, a Movida pretende oferecer aluguel por períodos menores que uma diária. Está fazendo testes com alguns de seus clientes empresariais. Mas o sistema seria diferente do car sharing.

A subsidiária da americana Hertz no Brasil informou que ainda não está decidido se vai alugar carro por hora, a exemplo do que a matriz está fazendo nos Estados Unidos.

Do Jornal Valor.