Seu carro foi guinchado? Saiba o que fazer para recuperá-lo

SÃO PAULO – Muitos proprietários de veículos costumam se desesperar na hora que descobrem que o veículo foi guinchado. A primeira pergunta que vem à cabeça é, sem dúvida: o que fazer para recuperá-lo?

Para quem é da cidade de São Paulo, o primeiro passo é entrar em contato com a central de atendimento da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), pelo telefone 1188, para confirmar se o veículo realmente foi guinchado.

Taxas
Quando o veículo é guinchado, o proprietário deve se preparar para pagar as taxas de guincho e estacionamento.

No caso dos veículos de passeio, a taxa de guincho é de R$ 412,60, e a diária de estacionamento no pátio contratado pela CET custa R$ 32,40.

Para as motos, a taxa de guinchamento é de R$ 137,55 e a diária do estacionamento é de R$ 10,75.

Após 30 dias de permanência no pátio da Companhia, o veículo é transferido para pátios da Polícia Militar e, caso não seja retirado em 90 dias, ele é levado para leilão.

Retirada
Para retirar o veículo, o proprietário precisa comparecer em um dos postos de atendimento da CET/DSV – Rua Boa Vista, 209 ou Avenida do Estado, 900 – e apresentar o documento de posse do veículo e de identidade do proprietário.

Caso o veículo seja de uma pessoa jurídica, é necessária a apresentação da cópia autenticada do contrato social e de um documento que comprove que é o responsável legal.

Carros com pendências, como IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) ou multas atrasados, só poderão ser retirados após a quitação da dívida.

Após levar os documentos necessários, o proprietário do veículo recebe um documento de liberação do veículo, que deverá ser apresentado no pátio, para que o automóvel seja liberado.

 

Por: Fabiana Pimentel

Fonte: Infomoney