Quebrou, e agora? Veja o que fazer em caso de pane

Saiba como agir caso passe por essa situação com seu carro na estrada

Pane

Por Henrique Rodriguez // Foto: Divulgação

Interromper a viagem por causa de um inconveniente com o carro é algo que ninguém quer, mas pode acontecer mesmo com quem mantém todas as revisões em dia. Quais são as atitudes corretas nessas horas?

SINALIZE

Não pare na via. Se o veículo tiver condições de rodar mais um pouco, leve-o para um recuo. Do contrário, pare no acostamento e sinalize que você está estacionado com o pisca alerta ligado e com o triângulo atrás do carro, distante de forma equivalente à velocidade máxima da via: 110 km/h = 110 passos para trás – ou o dobro se for à noite ou tiver neblina.

Use galhos ou objetos para sinalizar o espaço entre o triângulo e o carro – deixar de sinalizar é infração grave (7 pontos na CNH e multa de R$ 127,69). Deixar triângulo e galhos para trás também é infração grave. Os passageiros devem sair do carro e ficar pelo menos 30 m afastados, mas nunca à frente do veículo.

APOIO MORAL

Se a via for pedagiada, ligue para a concessionária. Anote os números antes de sair de casa, mas pode haver telefones próximos ao acostamento. O socorro, em geral, chega rápido e poderá lhe ajudar a sinalizar o local, trocar um pneu ou mesmo rebocar o carro para o mecânico ou posto de serviço, a fim de aguardar o resgate do seguro. A Polícia Rodoviária Federal (191) também poderá ajudar. Consertar o carro à beira da estrada é infração grave. Já usar outro veículo para rebocá-lo é infração média, com multa de R$ 85,13 e 4 pontos na CNH.

COM OS OUTROS

Ao avistar um carro parado na estrada, a melhor atitude é avisar a concessionária ou à Polícia Rodoviária. Parar para prestar socorro não só deixa você exposto aos riscos da rodovia, como também cria distrações para outros motoristas. Para acidentes, o primeiro contato deve ser com o SAMU, através do número 192.

Fonte: UOL Carros