Onde o Rio continua lindo e cada vez mais gostoso

Do Jornal O Globo
Foto: Rafael Moraes

Um jantar harmonizado num dos restaurantes mais empertigados da cidade tem o seu valor – e o seu preço. Agora, aproveitar a vista deslumbrante de algumas casas da cidade, não tem preço. O cardápio e o serviço são importantes, claro. Mas, vamos combinar, um pastelzinho de queijo fica bem mais saboroso quando você está no calçadão, de frente para o mar, acompanhando o balanço dos cariocas pra lá e pra cá, como no Azul Marinho.

No complexo gastronômico Lagoon Gourmet, as opções de restaurantes com vista privilegiada para a Lagoa Rodrigo de Freitas são diversas: Quadrifoglio Café, Giuseppe Grill Mar, Pax Delicia, Gula Gula, o quiosque do Português e Bar Lounge San Remo. Neste último, você se sente dentro do espelho d´água enquanto se distrai com os excelentes drinques de Waldeck Rocha.

A recortada geografia de Santa Teresa e os móveis rústicos servem como moldura perfeita para o restaurante de cozinha artesanal de Ana Castilho, o Aprazível. O verde em abundância, com árvores frondosas, dá o toque aconchegante à casa com vista para Baía de Guanabara.

O Restaurante Quinta da Boa Vista é um dos mais tradicionais da cidade. Vizinho do Jardim Zoológico, ele funciona no espaço que abrigava a capela da residência da Família Imperial e ainda preserva os móveis do século XVI e suas características originais, além de porções generosas.

O que a entrada do Restaurante Real Astoria, em Botafogo, tem de discreta, a vista tem de exibida. Debruçada sobre a Enseada de Botafogo, a varanda deixa o cliente de cara com o Pão de Açúcar e a Baía de Guanabara.

A Urca é um dos recantos mais tranquilos do Rio. E é nesse pedacinho de paraíso que está fincado o Terra Brasilis, um restaurante para ir sem pressa, sem relógio, com tempo de sobra para curtir um rodízio de pizzas feitas no forno a lenha.

O Bira, na Barra de Guaratiba, é outra boa pedida para quem busca tranquilidade e boa comida aliadas ao visual. O programa começa já no caminho do restaurante, especializado em frutos do mar, passando pela orla.

Os restaurantes de hotel merecem destaque. Sempre com uma boa localização, os projetos arquitetônicos fazem a fusão entre o sabor e a beleza natural de cidade, conquistando turistas e deixando os cariocas ainda mais apaixonados. Um desses exemplos é o restaurante Terral, no Hotel Sheraton da Barra. No projeto, o arquiteto Jairo Sender optou por valorizar a paisagem com paredes de vidro. Uma ótima chance de curtir uma praia mais fresquinha enquanto se degusta o cardápio do chef José Ribeiro.

Entre o ambiente sofisticado e o cardápio com referência na gastronomia espanhola, assinado pelos irmãos e chefs Javier e Sergio Torres, a vista para a Praia de São Cornado é um dos destaques do restaurante eñe, no Hotel Intercontinental, em São Conrado.

A Praia de Copacabana, um dos grandes ícones do Rio, é bonita de qualquer jeito. Mas, vista do alto do 30º andar do Rio Othon Palace é quase imbatível, principalmente pelas janelas do restaurante Skylab, do internacional chef Jean Yves Poirey.

Uma feijoada regada a batidinhas no sábado ou um brunch caprichado no domingo. Tanto faz, desde que seja de frente para o mar do Leme, no The View, restaurante do Windsor Hotel.

Os amantes da boa mesa e da música já sabem o que querem ver de quinta-feira à sábado: a praia do Leblon. Mais precisamente, do segundo andar do Hotel Marina Palace, onde fica o restaurante Vizta, que abriga, desde 2011, o projeto “Bossa, jazz e muito mais”, idealizado pelo pianista André Cechinel, o guitarrista Fernando Clark e o humorista e contrabaixista Reinaldo Figueiredo.