Infraero quer lanchonetes mais baratas nos aeroportos

Tomar um cafezinho e comer um pão-de-queijo em qualquer um dos aeroportos do Brasil custa caro. Um simples pãozinho pode te fazer desembolsar R$ 15. Dinheiro que poderia pagar um bom prato executivo em qualquer cidade brasileira. As tabelas de preços das lanchonetes estabelecidas nos terminais aeroportuários são assustadoras.

Por isso, a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária – Infraero, publicou ontem no Diário Oficial da União – DOU – o edital de concessão da primeira lanchonete popular nos aeroportos do país. A intenção é que exista, pelo menos, um estabelecimento com preços mais acessíveis em cada um dos 12 terminais do Brasil que farão parte da Copa do Mundo em 2014. Curitiba será a primeira cidade a receber o projeto. O novo espaço terá 34 m² e ficará no terraço panorâmico do Aeroporto Afonso Pena. Haverá um pregão presencial no dia 14 de fevereiro para o empresário que quiser concorrer a concessão do espaço.

Segundo a Infraero, a medida estimulará a concorrência entre os estabelecimentos que atuam nos terminais. Assim, preços de 15 produtos terão um valor máximo de cobrança aos passageiros e usuários.

Os aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília, que serão concedidos à iniciativa privada, estão fora do projeto de lanchonetes populares.

Por Leandro Lopes (com informações da imprensa);
Foto: Infraero.