Companhia aérea asiática terá voo com “zona livre de crianças”

A companhia aérea Malaysia Airlines anunciou que criará uma zona “livre de crianças” em seu novo avião A380, que, a partir de 1º de julho, começa a operar uma rota direta entre as cidades de Kuala Lumpur e Londres. Famílias com crianças menores de 12 anos não poderão viajar na classe econômica do andar superior da aeronave (que tem dois pisos e capacidade para 494 passageiros) e serão todas encaminhadas para o andar inferior do Airbus – que, segundo a empresa, oferecerá serviços com atenção especial aos pequenos.

O presidente da Malaysia Airlines, Tengku Azmil, disse no Twitter que vinha recebendo muitas reclamações de passageiros que pagaram caro pelas suas passagens e, devido ao choro das crianças, não conseguiam descansar durante o voo.

A medida, é lógico, gerou polêmica. Usuários do próprio Twitter entraram na discussão, adotando posições distintas sobre o assunto. Algumas pessoas classificaram a empresa como “nazista”, enquanto outras fizeram questão de mostrar sua satisfação, dizendo que a Malaysia Airlines “deveria voar no mundo inteiro”.

No ano passado, a companhia aérea já tinha proibido crianças de viajar na primeira classe dos seus Boeing 747.

 

Fonte: Uol Viagem