Como é feita a vistoria de um carro alugado?

como-e-feita-a-vistoria-de-um-carro-alugado

A vistoria de um carro alugado é feita sempre com a presença do locatário no momento da retirada do automóvel, quando um funcionário da locadora de veículos lista as possíveis avarias. É importante que o cliente esteja atendo nesse momento, pois se algo passar despercebido, e se detectado na devolução, quando haverá nova vistoria, possivelmente será cobrado pela locadora.

Tanto na retirada do veículo, como em sua devolução, a empresa, juntamente com o cliente, deve fazer uma vistoria completa no carro. Nesse procedimento é que se identificam quaisquer problemas que o automóvel apresente.

Qual é a importância da vistoria de um carro alugado?

Essas duas inspeções geram um laudo cada uma, que serão assinados pelo locatário, concordando com a condição do veículo expressa neles. Depois, eles serão comparados e os danos apresentados no laudo da devolução, que não estavam no da retirada, serão cobrados.

Por isso, é importante que você tenha bastante atenção. Até para ter a garantia de que sua viagemocorrerá com segurança.

inspecao aluguel carros

Quais itens devem ser vistoriados?

1. Pneus

Verifique se os pneus não estão carecas ou com gastos acentuados em certas partes. É perigoso, pois aumenta o risco de furar ou de ocorrer aquaplanagem.

Da mesma forma, não aceite um veículo com o pneu baixo. Isso pode indicar a existência de vazamentos de ar, que pode ser causado por diversos tipos de danos na borracha. Um pneu murcho no meio da estrada pode ser bastante arriscado.

E não esqueça de verificar estas mesmas condições no estepe, observando se o pneu reserva possui o mesmo tamanho de aro dos pneus instalados.

2. Lataria

Olhe minuciosamente todos os cantos da lataria, inclusive o teto e portas e capô por dentro. Qualquer amassado, risco ou ferrugem deve ser apontado para constar no laudo da vistoria.

Muitas locadoras não chegam a cobrar por pequenas avarias, como as causadas por detritos na estrada, por exemplo. Mas é bom pedir para que seja dada ciência delas na vistoria da retirada, para evitar transtornos.

3. Vidros

Como os carros de aluguel são usados bastante em pequenas viagens, já que saem mais barato do que pegar um táxi, é comum que o para-brisa apresente pequenas rachaduras ou furos. Geralmente, por serem mínimos, eles podem ser consertados. Esses remendos devem estar relacionados no laudo.

Porém, se forem danos maiores ou estiverem nos vidros laterais ou traseiro, que não podem ser consertados, simplesmente recuse o carro. Peça para o substituírem, pois a segurança de sua viagem estará comprometida.

4. Itens elétricos

Verifique todas as luzes do carro. Setas, faróis, lanternas e luzes de freio. Não esqueça das luzes do painel e iluminação interna. Ligue o pisca-alerta para verificar seu funcionamento e acione os limpadores do para-brisa.

Se o carro contar com tomada ou acendedor, verifique se estão funcionando, pois você pode precisar deles para recarregar o aparelho de GPS, por exemplo.

Além disso, veja se as travas das portas estão abrindo e fechando corretamente, assim como se os vidros sobem e descem direito e se não possuem folgas. Qualquer problema, relate no laudo da vistoria.

5. Quilometragem

A depender do contrato de aluguel, há cobrança por rodagem. Geralmente, quando a cobrança é dessa maneira, a quilometragem do veículo vai escrita no contrato. Se esse for o caso, marque a quilometragem de saída e preste atenção ao hodômetro.

6. Combustível

É de praxe que no aluguel de um veículo a empresa o entregue com o tanque cheio. Ao final, o cliente deve retorná-lo nas mesmas condições. Portanto, verifique o nível de combustível que está sendo entregue a você.

Caso você devolva o carro com o tanque vazio, a locadora cobrará pelo litro do combustível, sendo bem mais caro do que nos postos de gasolina.

tanque combustivel reserva

7. Documentação

É importante também que a documentação do carro seja averiguada. Confira se o CRLV está válido, ou seja, se é do ano vigente, e se as informações (placa, cor, tipo, etc.) contidas nele batem com as do carro e com as que estão redigidas no contrato.

8. Itens de segurança

Verifique se o os itens de segurança estão no veículo, tais como triângulo, chave de roda e macaco. Confira, também, se os cintos de segurança não estão avariados e se estão funcionando.

9. Condições do motor

Por mais que você não entenda de mecânica, é sempre bom saber como verificar, pelo menos, o nível de óleo do motor e da água do radiador. Este tipo de averiguação deve ser feita com o carro parado e frio.

10. Interior

Por último, confira as condições do interior do carro. As avarias de dentro devem ser relatadas da mesma forma. Cheque se os bancos estão em bom estado, se não possuem furos ou manchas ou se estão descosturando.

A limpeza e a higienização do carro são feitas, geralmente, pela empresa locadora, e não são cobradas à parte, a não ser que o carro seja devolvido muito sujo, vale a pena checar qual a política da empresa no momento em que fizer a reserva.

limpeza interna carro

Enfim, deu para notar que a vistoria na locação de carros é um item muito importante. Porém, ela deve ser feita com bastante atenção e paciência, tanto na retirada do veículo, como na entrega.

Geralmente, as empresas de aluguel de carros são bem rígidas quanto a isso, mas é importante que você esteja sempre presente acompanhando a vistoria, para só então assinar o laudo.

Fonte: carroaluguel.com