Como dirigir na América do Sul

Apesar de sermos vizinhos, existem algumas diferenças nas regras de tráfego que devem ser conhecidas e respeitadas para uma viagem de carro tranquila. A Mobility apresenta algumas dicas para o tráfego na Argentina, Chile e Uruguai:

 

Sentido da Direção: Orientada para o lado direito.

 

Obrigatório: Cinto de segurança para todos os ocupantes do veículo. Na Argentina o kit de primeiros socorros também é exigido. No Uruguai, é obrigatório o uso do farol baixo mesmo durante o dia.

 

Idade Mínima para Locação: 21 anos.

 

Limites de Velocidade: Em zonas urbanas a velocidade varia em média de 40 km a 60 km. Em zonas rurais a velocidade média varia de 100 km a 130 km.

 

Habilitação Internacional: Não é necessária para Argentina, Chile e Uruguai.

 

Travessia Internacional: Na locação de carros é permitido cruzar as fronteiras entre Chile e Argentina e entre Argentina e Uruguai. As locadoras têm suas próprias regras e cidades específicas que permitem as travessias. São exigidos documentos e é recomendável que a solicitação de travessia seja feita pelo Brasil com antecedência – mínimo de uma semana antes da locação.

 

Cadeira ou assento para crianças: É obrigatório assento ou dispositivo de segurança para crianças de até 7 anos ou altura de 1,45 metros.

 

Combustível: Gasolina (conhecida como “nafta”), Diesel (conhecido como “gasoil”) e o GNC (Gás Natural Comprimido).

 

Pedestres: O controle de travessia de pedestres geralmente é feito por semáforos, porém, em algumas vias é muito comum ver a mensagem “ceda el paso” nas ruas e em placas sinalizando que o motorista deve parar e dar preferência ao pedestre mesmo que não haja semáforos.

 

Colaboração: Mobility