Carros ficam parados em mais de 90% do tempo

Estudo de Instituição aponta o desperdicio no uso dos automóveis

 

Um estudo publicado pelo Instituto Internacional do Estacionamento (IPI, em inglês) revelou estatísicas curiosas a respeito dos automóveis. Segundo a pesquisa, intitulada Tendências Emergentes em Estacionamento 2012, após deixarem a garagem do proprietário, os carros ficam parados por pelo menos 90% do tempo. Os números foram levantados nos Estados Unidos.

Além deste dado, outras constatações foram feitas. Umas delas é que 30% do tráfego das grandes cidades se formam por pessoas procurando uma vaga para estacionar. Outra foi a necessidade de espaços mais acessíves e com agilidade no pagamento para melhorar o fluxo relacionado aos locais destinados à parada de veículos.

Segundo o estudo, o segmento de estacionamentos movimenta US$ 30 bilhões (R$ 62 bi) anuais só nos Estados Unidos. Por lá, assim como na Europa, ele possui alta dose de informatização, com bilhetes eletrônicos – conhecidos também como parquímetros – e áreas fechadas com pagamento direto em máquinas.

Texto: Matheus Q. Pera

Imagem: Smarts compartilhados pela empresa Car2Go, em Amsterdãn

Fonte: Auto Diário