Carnaval: acidentes são agravados pela alta velocidade dos veículos

Equipamentos medidores de velocidadeajudam a reduzir os acidentes

 

No feriado de Carnaval há mais veículos nasrodovias federais e estaduais e os usuários ficam mais expostos aos riscos de acidentes. Em alta velocidade, condutores imprudentes, negligentes e inábeis arriscam a vida e colocam em perigo outras pessoas também. O diretor da Perkons, especializada em soluções para segurança viária, Luiz Gustavo Campos, acredita que para resultados efetivos de redução de acidentes são necessárias ações integradas de engenharia, de educação e de fiscalização, através do uso adequado da sinalização e de equipamentos medidores eletrônicos de velocidade.

 

O risco e a gravidade de lesões causadas por acidentes de trânsito são maiores em alta velocidade. “Além disso, estudos mostram que quanto mais elevada a velocidade maior é a possibilidade de perda do controle do veículo, menor é o tempo disponível para reação e maior é a distância percorrida até a frenagem total. Há 32km/h a distância de frenagem é de 12 metros, já a 112km/h a distância aumenta para 96 metros”, afirma Campos.

 

De acordo com dados do Departamento de Transportes do Reino Unido, a probabilidade de sobrevivência em atropelamentos, varia conforme a velocidade do veículo. A uma velocidade de 32 km/h 5% morre, 65% sofrem lesões e 30% sobrevivem ilesos; a 48 Km/h a probabilidade de morte é 45%, as lesões graves acontecem em 50% dos casos e 5% sobrevivem ilesos; já a 64 km/h a possibilidade de morte chega a 85%, os que sofrem lesões são cerca de 15% e 0% sobrevivem ilesos.

 

Velocidade do veículo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“É um cenário comum no Brasil as rodovias que cortam as cidades, com residências e comércios às suas margens. A garantia de redução da velocidade nesses trechos urbanos de rodovias através da fiscalização eletrônica é uma medida necessária para a prevenção de atropelamentos”, argumenta.

 

O uso dos medidores eletrônicos de velocidade é um exemplo de iniciativa do poder público com resultados positivos. Estatísticas da Perkons, registradas por esse tipo de equipamento, revelam um índice de respeito de 99,9% nos trechos onde estão instalados e, consequentemente, contribuem para a redução do número de acidentes e mortes.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa

 

Fonte: Portal do Trânsito