Beach Park – Dicas essenciais para visitar

Entrada Beach Park

Entrada do Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

Beach Park é um dos melhores parques aquáticos do mundo e no Brasil, para mim, não há nada igual, sendo até hoje o meu parque favorito por aqui. Juntar brinquedos incríveis com água, calor e lindas paisagens do litoral do Ceará é mesmo uma combinação imbatível!

Depois de alguns anos sem ir ao Beach Park voltei agora no começo do ano para mais uma visita de um dia. O bate e volta de Fortaleza até o Beach Park continua sendo uma das formas mais comuns de visitar o parque, ainda que nele já exista um extenso complexo de hotéis (veja aqui nesse post) que vale muito a pena ficar.

Piscina de ondas maremoto no Beach Park

Piscina de ondas maremoto no Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

Seja por falta de tempo, dinheiro, o que for, quem estiver em Fortaleza precisa separar pelo menos um dia para conhecer o Beach Park! Muito perto da capital, são só 20km de Fortaleza até Aquiraz, município onde está o parque. Para quem tiver mais tempo e possibilidade recomendo muitoooo ficar pelo menos de 2/3 dias por lá, para curtir o Beach Park por completo e sem pressa.

Confira abaixo então dicas essenciais para visitá-lo, desde a melhor forma de como chegar ao Beach Park, até dicas de ingresso, pagamento, armários, comidas e é claro, nossos brinquedos favoritos! Vambora!

Beach Park – Dicas essenciais para visitar

Toboáguas do Beach Park

Toboáguas do Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

– Horário de abertura:

O parque abre para visitantes das 11h até as 17h. Por isso, vale programar chegar um pouco antes das 11h para aproveitar todos os minutos ao máximo (e você vai ver que o tempo lá passa voando!). Quem está hospedado no complexo pode entrar um pouco mais cedo, às 10h, mas a maioria dos brinquedos só abre mesmo às 11h.

– Como chegar no Beach Park desde Fortaleza:

De carro

O Beach Park fica no município de Aquiraz, somente 20km de Fortaleza, então a viagem é bem curta. Para quem está com carro alugado, vale muito a pena ir lá de carro e deixar no estacionamento para carros privados ao lado. Indo de carro a dica é chegar mais cedo, por volta das 9h/10h e curtir um pouco a linda praia de Porto das Dunas, na frente do parque, e lá pelas 10h30 já ir se dirigir a entrada do parque. No final do dia, dá para continuar até um pouco mais tarde no local e curtir além da praia, a estrutura dos restaurantes na beira da praia e a Vila Azul do Mar do Beach Park, o seu novo centro de convivência, com lojas super fofas, sorveteria, shows (veja mais abaixo sobre).

De ônibus ou transfer

Para quem está sem carro, a dica é pegar um transfer até o parque, sendo a maneira mais barata de ir até lá com conforto. O próprio Beach Park disponibiliza um ônibus que sai de Fortaleza e passa em alguns hotéis (sendo: Praiano Hotel, Ponta Mar Hotel, Magna Praia Hotel, Carmel Express Hotel e Marina Park Hotel) e na sua loja na beira mar em Fortaleza. O preço é de R$ 35 por pessoa, saindo de Fortaleza às 9h e chegando de volta por voltas das 18h. As vagas podem ser garantidas pelo email [email protected] ou pelo telefone (85) 4012-3087.

Se por acaso seu hotel não estiver na lista do transfer do Beach Park existem também outros transfers de ônibus, feitos por empresas turísticas que passam em diversos hotéis de Fortaleza, com o mesmo preço. Vale perguntar na recepção do seu hotel e garantir o lugar pelo menos 1 dia antes da visita ao parque.

– Ingresso:

Em Janeiro/2017 os preços do Beach Park para apenas um dia eram: Grátis (para crianças até 1m de altura), R$ 200 (para crianças até 12 anos) e R$ 210 (adulto). O passaporte para 3 dias R$ 310,00 e o passaporte para 7 dias R$ 330,00. Ou seja, dá para ver que o custo x benefício do ingresso para quem vai em vários dias compensa mais do que quem só tem 1 dia para visitar o parque.

Correnteza encantada Beach Park

Correnteza encantada no Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

– Armários:

O Beach Park possui diversos armários, em 2 tamanhos diferentes (um médio, bom tamanho para 2 pessoas e outro bem grande para famílias) que podem ser alugados o dia todo. É super importante alugar um, especialmente para quem faz o bate e volta desde Fortaleza, pois aqui dá para guardar a roupa/saída de praia, carteira, sacola com protetor solar, equipamentos (máquina fotográfica, celular), chinelo (porque é mais fácil circular pelo parque descalço mesmo), enfim, tudo o que você precisar. Eles te dão uma chave que você pode prender no braço/pescoço e voltar lá sempre que precisar (a volta para repassar o protetor solar especialmente!!). Você pode fazer o aluguel do armário logo na entrada no parque juntamente fazer o seu cartão de consumação (veja mais abaixo).

– Fotos:

Quem quer tirar fotos do parque, vale levar aquelas capinhas impermeáveis para celular, para que não molhe seu aparelho, ainda que nos brinquedos mais radicais não seja possível descer com equipamentos. Para quem tem câmeras que possam molhar, estilo GoPro, vale também a dica: a não ser que ela tenha um acessório para prender e fixar no corpo, não se pode descer com elas nos brinquedos mais radicais e muitos dos moderados também.

Na maior parte dos brinquedos há fotógrafos profissionais do parque que tiram imagens. Cada vez que eles tiram uma foto, o fotografo lhe dá um número numa etiqueta (que pode ser colado na sua pulseira de identificação– que ganha ao entrar no parque). Para ver as imagens basta se dirigir aos quiosques de fotografia que ficam logo na entrada do Beach Park e falar os números para o atendente. Eles assim conseguem selecionar todas as imagens que você aparece e você pode comprá-las. No mínimo é muito divertido ver todas as caras e bocas (especialmente as super felizes e assustadas)!

Aqua Show Beach Park

Aqua Show no Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

– Consumação:

Você só pode consumir dentro do Beach Park usando um cartão de consumação do próprio parque. Ele funciona como um cartão de débito: você adiciona o crédito que desejar e vai gastando ao longo do dia (além da alimentação, nas lojinhas do parque e também nas fotos oficiais que são tiradas dos brinquedos). Não se paga ou compra nada dentro do Beach Park com dinheiro vivo ou cartão de crédito. Ele tem um fio que você pode tranquilamente pendurar no pescoço e ir nos brinquedos sem problemas.

Se por acaso faltar dinheiro, você pode recarregar o cartão a qualquer hora. O mesmo vale se sobrar: na hora de ir embora eles devolvem o crédito não usado. Uma boa dica: carregue o seu cartão usando dinheiro ou na função débito do seu cartão para receber o dinheiro que sobrar na hora. Quem usa o cartão de crédito, o valor demorará para cair na sua conta novamente já que depende da sua operadora do cartão. Então fica a dica: carregue o cartão do Beach Park usando dinheiro ou débito.

Para ter um pouco das noção dos valores, na data na nossa viagem, para comidinhas por exemplo, um coco o valor foi R$ 7,00 e um combo de pizza com refrigerante por volta dos R$ 25,00. Produtos da loja do Beach Park, como biquínis infantis saem por volta dos R$ 80,00 e as fotos oficiais, duas custavam R$ 50,00.

– Onde comer:

Dentro do Beach Park há diversas opções de lugares para comer, com pequenas lanchonetes até um grande restaurante tipo self-service. Os lanches são bem variados e vão da pizza, ao hambúrguer, hot-dog, pipoca, pão de queijo, bolinhos, churros e etc. Quem quer ter uma refeição mais balanceada vale ou ir no restaurante dentro do parque ou na parte de fora (veja mais abaixo) de frente para a praia de Porto das Dunas, especialmente se você quer comer peixes e frutos do mar. Como iríamos ficar só um dia num bate e volta, resolvemos mesmo fazer uma refeição rápida comendo um lanche, mas dá para ver que há opções para todo mundo.

Vila Azul do Mar no Beach Park

Vila Azul do Mar no Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

– Praia de Porto das Dunas:

Quem tem ingresso para o Beach Park pode entrar e sair do parque a hora e quantas vezes quiser, já que na hora de entrar você ganha uma pulseira que permite livre acesso. Isso permite visitar as cercanias do parque, ainda dentro do complexo. A praia de Porto das Dunas, na frente do Beach Park, por exemplo, é sensacional: muito limpa, de areia clara, mar gostoso (ainda que com ondas) e um lindo coqueiral. Vale a pena separar um momento do dia para dar uma volta e um mergulho.

– Vila Azul do Mar:

É o novo centro de convivência do Beach Park, no caminho até a entrada no parque em si. Num estilo tipo “vila de pescadores”, possui restaurante, lojas, espaço kids, sorveteria e área para apresentações de artistas. Apesar de ficar aberto o dia todo, a prioridade da Vila é oferecer atividades que preencham especialmente a noite do visitante. Quem faz um bate e volta a dica então é curtir a área depois do fechamento do parque, a partir das 17h.

Insano e outras atrações do Beach Park

Insano e outras atrações do Beach Park. Foto: GC/Blog Vambora!

– Atrações favoritas:

Entre tantas atrações para se ver num dia, vale focar especialmente nos toboáguas, dos radicais passando pelos moderados e até os familiares se está com crianças pequenas. Dos mais emocionantes, tem que ir pelo menos uma vez no Insano, no Vaikuntudo (nosso favorito dessa última viagem) e o Arrepius (especialmente o Arre Doidos, tão intenso ou mais que o Insano).Mais sobre as nossas atrações favoritas, você pode ver nesse post (veja aqui).

Quem tem mais tempo e pode ficar mais de 1 dia no Beach Park recomendamos muito! Tanto pelo ingresso que vale a pena, pelas atrações (que em 1 dia você provavelmente não vai conseguir ver tudo) e pela praia de Porto das Dunas, que é super gostosa e tranquila, linda e boa para banho. É um lugar delicioso mesmo para tanto relaxar como para se divertir.

Já não podemos esperar pela próxima ida. Vambora para o Beach Park!

+ info: http://www.beachpark.com.br

*Nosso ingresso foi dado como cortesia pelo Beach Park

Fonte: Blog VAMBORA