Acidentes e má postura: lesões que podem ser evitadas

De Surgiu

 

Para especialista a posição corporal adequada ao se dirigir pode proteger a coluna vertebral de ferimentos mais graves

 

O período de férias escolares está terminando e agora é hora de voltar para casa e retomar a rotina. O momento de prazer com a família infelizmente pode se transformar em um trauma devido à violência do trânsito brasileiro e também em decorrência de lesões na coluna vertebral consequentes da má postura no automóvel.

Somente durante o feriado de Ano-Novo as rodovias paulistas registraram 37 mortes. De acordo com o balanço divulgado pelo Comando de Policiamento Rodoviário, foram 1.041 acidentes, com 702 vítimas.

Segundo o fisioterapeuta Giuliano Martins, diretor regional da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna), proprietário do ITC Vertebral Ribeirão e ITC Vertebral Curitiba e perito do trabalho, as lesões em “chicotes no pescoço” (whiplash) são os traumas mais comuns na coluna vertebral causados por acidentes automobilísticos. “São resultantes da transferência de energia para região cervical, devido a aceleração ou desaceleração bruscas”, explica.

Para Martins, a postura correta dos condutores e passageiros pode evitar ferimentos mais graves. “A coluna deve estar totalmente apoiada no banco, com as pernas e braços levemente flexionados, no caso do motorista é necessário segurar o volante com as duas mãos e todos precisam utilizar o cinto de segurança”, afirma.

Mas os acidentes não são os únicos riscos para a coluna vertebral. O diretor regional da ABRColuna ressalta que a má postura durante longos períodos dentro do carro são extremamente prejudiciais à saúde. “Muitas pessoas trabalham dirigindo, em viagens distantes e podem desenvolver, por exemplo, hérnia de disco, devido à posição sentada na qual a sobrecarga lombar é muito maior. O correto é, além da postura no assento, fazer pausas a cada duas horas e alongar o corpo”, alerta.

Ainda de acordo com o fisioterapeuta, a atividade física para fortalecer a musculatura é indispensável para se evitar lesões.

 

Fonte: Portal do Trânsito